Métodos de ensino que colocam o estudante em um papel mais ativo no processo de aprendizagem vêm ganhando destaque cada vez mais.  

Um dos mais populares é a sala de aula invertida. Apesar de ser muito conhecida, o conceito dessa metodologia é bastante amplo, englobando diversas possibilidades educacionais. O que une todas elas é o objetivo principal de tornar o aluno protagonista da sua própria jornada escolar.

Para que você consiga entender melhor como a sala de aula invertida funciona, os benefícios dela para o desempenho escolar e como é a rotina nas escolas que usam esse método, preparamos esse artigo.

O que é a sala de aula invertida?

Recebe o nome de sala de aula invertida, a metodologia de ensino que se baseia na “troca de papéis” entre alunos e professores.  

Os estudantes devem estudar os temas tratados na aula previamente em casa, ou em aulas preliminares, e depois o conteúdo é debatido entre a turma. Nesse modelo, a criança passa a ter um papel central na sua própria aprendizagem.

O professor ao invés de atuar apenas repassando seus conhecimentos, age também como um mediador. Ele articula as discussões, dúvidas e pontuações de cada estudante para que a classe possa avançar.

Essa abordagem surgiu nos EUA por volta da década de 90. Ela começou a ser estudada em universidades de grande prestígio como Harvard e Yale. No entanto, o termo sala de aula invertida (flipped classrom no orginal) só foi cunhado nos anos 2000 pelo pesquisador J Weesley Baker.

Como funciona a sala de aula invertida?

O professor informa aos alunos os tópicos que serão trabalhados nos próximos encontros. Para que a turma possa assim se preparar para os debates acerca do tema.O profissional os direciona informando o que eles devem ler, indicando conteúdos extras, sugerindo uso de alguma ferramenta...

Em casa ou em algum horário definido pela escola antes da aula, a criança se prepara seguindo as instruções passadas. Esse é o momento crucial dessa metodologia! É durante essa experiência de trilhar sua jornada educacional com independência que o seu filho pode desenvolver diversas capacidades indispensáveis para a vida moderna como: autoconhecimento, habilidade de autogestão, pensamento crítico, saber se autoavaliar, entre outras.

Quais os principais diferenciais dessa metodologia?

Esse método permite que ao invés de ficar “apenas recebendo” ensinamentos do professor para depois revisar e memorizar, o aluno possa atuar ativamente na construção do seu conhecimento. Cabe a ele pesquisar, desbravar, separar pontos para debater depois e anotar dúvidas.  

Isso auxilia não só no desempenho escolar clássico, melhorando a fixação dos conteúdos e das notas como também impacta nas habilidades socioemocionais. Desse modo, a formação da criança se torna mais completa.

Uma habilidade bastante trabalhada por essa metodologia é a comunicação. O estudante aprende a apresentar seus argumentos, divergir sem ser desrespeitoso, perde o medo de falar em público e exercita diariamente a empatia.

Anteriormente, abordamos aqui o que são as habilidades socioemocionais. Não deixe de conferir!

Principais benefícios da sala de aula invertida:

-Autogestão: permite que o estudante aprenda a gerir sua vida escolar com mais independência.

-Proatividade:  cabe ao aluno protagonizar sua jornada de estudos, sendo assim ele se torna mais proativo, buscando melhorar.

-Torna a aula na escola mais produtiva: afinal, a turma está mais inteirada dos temas, permitindo que o professor possa usar o tempo da aula para tirar dúvidas, apresentar mais detalhes, deixando o aprendizado mais produtivo.

-Debates mais complexos: como o estudante já estudou sobre o assunto, no momento da aula ele pode contribuir mais, fazendo com que as discussões sejam mais profundas. Além disso, os alunos podem debater entre si, aprendendo uns com os outros.

-Deixa a aula mais participativa: esse método prioriza a troca entre os alunos e entre eles e os professores, por isso a rotina de ensino fica mais dinâmica. Fazendo com que a turma fique mais motivada.

-Facilita a identificação das necessidades individuais: nessa metodologia a escola consegue perceber melhor as demandas pessoais de cada um. Como os alunos estão em um papel ativo, falando, contribuindo, se expressando é possível notar com maior facilidade o que eles precisam.

-Permite que a família participe mais do processo de aprendizagem: os responsáveis podem ajudar as crianças com os estudos, entender como eles aprendem melhor, fazer atividades em conjuntos se inserindo na jornada escolar.  

“A escola do meu filho não usa esse método. Posso aproveitar os benefícios dele de alguma outra forma?”

Muitos responsáveis podem ter essa dúvida e a resposta para ela é sim! Mesmo que o colégio não faça uso desse método é possível aplicá-lo na rotina de estudos das crianças de diferentes maneiras.

Uma possibilidade é incentivar que o seu filho pesquise sobre temas de interesse dele para que em família vocês possam debater sobre ele. Nesse caso, vale escolher assuntos menos ligados à educação formal. Pode ser esportes, curiosidades de determinado país, elementos da natureza ou até mesmo um tópico tratado em notícias de jornal. O importante é ter um período de estudo prévio seguido de um debate de ideias.

Outra forma é contratando um professor particular para guiar o aluno com mais profundidade. Com esse acompanhamento pedagógico complementando o trabalho que é realizado pela escola do seu filho, ele consegue usufruir dos benefícios da sala de aula invertida. O contato próximo com o profissional vai permitir trocas muito dinâmicas entre eles!

O Meu Prof conta com uma equipe de professores de ponta capacitados para orientar as crianças rumo ao seu potencial máximo. Com o auxílio do nosso time, seu filho poderá desenvolver a autogestão da educação.  

Para saber mais sobre nossos pacotes de acompanhamento e pacotes de aulas, clique aqui!